Biomas Aquáticos

Imprimir
PDF

Ecologia

Biomas Aquáticos

por Renata de Freitas Martins

 

 As comunidades aquáticas estão incluídas em dois Biociclos: o Talassociclo ou Biociclo Marinho e o Limnociclo ou Biociclo de Água Doce.

 

Talassociclo

 

Os mares e oceanos ocupam 3/4 da Biosfera.

 

Os principais fatores abióticos no ambiente marinho são: luz, temperatura, salinidade e pressão hidrostática.      As biocenoses marinhas são classificadas em três grupos: Plâncton (seres que vivem na superfície da água, geralmente transportados passivamente pelo movimento das águas. Divide-se em Fitoplâncton- algas e Zooplâncton- animais pertencentes aos protozoários, muitas larvas de crustáceos, peixes etc.); Bênton (seres que vivem no fundo do mar, fixos ou movendo-se no fundo) e Nécton (animais livres natantes, representados por peixes, polvos, mamíferos marinhos, tartarugas etc.).

 

Divisões do Ambiente Marinho:

 

- Província Bentônica: baseada no relevo submarino, compreendendo quatro zonas: a) zona litorânea: zona afetada pelas flutuações das marés, ora emersa, ora submersa. É bem iluminada, oxigenada e rica em nutrientes. Apresenta algas, microcrustáceos, macrocrustáceos, moluscos e peixes. São abundantes os organismos fixados em rochas, como algas, cracas e mexilhões; b) zona nerítica: compreende a chamada plataforma continental, indo até cerca de 200 metros de profundidade. É a zona de maior importância econômica, pelo riqueza imensa de plâncton e nécton, principalmente grandes cardumes de peixe; c) zona batial: vai de 200 a 2.000 metros de profudidade, ocupando o chamado talude continental. Devido à ausência de luz não existe vegetação e os animais são reduzidos; d) zona abissal: estende-se desde 2.000 metros até as maiores profundidades, as quais apresentam condições difíceis para a vida tais como grandes pressões, ausência de luz, frio, pouco alimento. Mesmo assim, muitos organismos adaptam-se a estas condições especiais. Uma das características destes seres é a bioluminescência. Têm visão muito sensível, capaz de responder a pequenos estímulos luminosos, formas bizarras, boca e dentes grandes para facilitar a captura das presas. 

 

- Província Pelágica: representa o domínio de águas plenas, constituindo a grande massa de água do alto-mar, encontra-se afastada da costa, estando o seu início marcado pelo término da plataforma continental. Apresenta águas cristalinas com poucas formas de vida.

 

Limnociclo

 

As águas continentais possuem pequeno volume, cerca de 190.000 quilômetros cúbicos, têm pequena profundidade , raramente ultrapassando 400 m e sofrem variações de temperatura mais intensas do que o mar, sendo, portanto, menos estáveis.

 

Tipos:

 

- Águas Lênticas ou Dormentes: aparentes águas paradas, mas que na verdade estão sempre sendo renovadas. Correspondem desde uma poça d'água formada pelas chuvas, lagoas, até os grandes lagos.

 

- Águas Lóticas ou Correntes: correspondem aos riachos, córregos e rios. Nesta água podem ser encontradas três regiões: nascente, curso médio e curso baixo (foz).

 

O homem influencia decisivamente nas águas continentais, promovendo drenagens, construções de açudes, usinas hidrelétricas e principalmente provocando a poluição das águas. Assim, o lançamento de esgotos ricos em nutrientes orgânicos provoca uma intensa ação dos decompositores, diminuindo o suprimento de oxigênio e, conseqüentemente, eliminando os seres aeróbicos.

 

Muitas vezes, os organismos aquáticos são eliminados por ação de agrotóxicos carregados pelas enxurradas durante o período chuvoso para lagos, lagoas e rios.

 

 

Comments  

 
-4 #3 wsghgfdsdfghfghkhfbn 2012-10-08 11:37
:sigh:
Quote
 
 
+5 #2 Ellen Samara 2012-04-16 21:24
Adorei me ajudou muitissimo no meu trabalho.Bjs♥♥♥!
Quote
 
 
+5 #1 2011-10-17 21:49
:sigh: queria imagens
Quote
 

Add comment


Security code
Refresh